terça-feira, 28 de maio de 2013

5º dia 15 de abril de 2013 Aranyaprathet para a fronteira com Poi Pet no Cambodja

Aranyaprathet é uma cidade em Sa Kaeo província no leste da Tailândia. Em 2005, a cidade contava com 16.937 habitantes. Ela está localizado a apenas 6 km (3,7 milhas) da fronteira com o Camboja, a cidade de Poipet que fica do outro lado da fronteira.
Cheguei no hotel quase morto, fui imediatamente tomar um banho e dormi até as 21:00 daí saí andando sem rumo pela cidade procurando um lugar para comer. Não encontrei nenhum restaurante aberto então comi numa barraca numa calçada na avenida principal da cidade próxima a uma grande antena de rádio ou tv, lugar bastante barato e a comida muito boa. Até então a melhor comida que comi na Tailândia. Macarrão frito com vegetais e carne de porco. Bebi uma coca cola tudo custou 65 baths. (algo em torno de R$ 4,70). Voltei para o hotel e dormi até o dia seguinte. Acordei por volta das sete horas da manhã. Paguei o hotel e fui caminhando com auxílio do GPS de meu smart phone em direção à fronteira com o Cambodja.
No caminho um mototaxi me ofereceu a corrida até a fronteira por 100 Baths, negociei e paguei 50 Baths.
Todo mototaxista levará você até uma agência de turismo para tirar o visto para o Cambodja e lhe cobrará algo em torno de 47,00 Dólares, pois eles ganham comissão das agências. Como eu havia pego uma dica lendo no blog www.viagemafora.blogspot.com  de que eu deveria ir direto até a imigração e lá tirar na hora o visto por 25,00 Dólares, disse com educação para o cara da moto que já tinha o visto. Então segui até a imigração, no caminho conheci uma chinesa que caiu no conto do mototaxista e pagou 47,00 Dólares.
Chegando na imigração é só apresentar uma foto 3x4, preencher o formulário, pagar 25,00 Dólares e entrar. Na própria imigração há um ônibus de graça para levar todo mundo até a rodoviária de Poipet.
Lá você pode esperar um ônibus que demora bastante ou pagar 60,00 Dólares de taxi até Siem Reap. Cidade ponto de partida para os templos de Angkor. Dividi o taxi coma chinesa e um casal de filipinos que estavam na rodoviária também. 15,00 Dólares para cada. A viagem durou cerca de duas horas.

 Fronteira com o Cambodja
 Entrada do Cambodja.
 Portal de entrada com uma representação de um típico templo cambojano.
 Caminho em sentido a Siem Reap
 Reservatório de água muito comum na Tailândia e no Cambodja.
Uma das tantas oficinas de improvisação de abastecimento de gás o gasolina no Cambodja.

4º dia 14 de abril de 2013 Bangkok para Aranyaprathet na fronteira com o Cambodja

Esta imagem foi tirada de dentro da estação Hua Lum Pong ou HUALAMPHONG vindo da estação do bairro de Lat Phrao em Bangkok.
Os trens são em sua maioria absolutamente diferentes dos trens e do skytrem de Bangkok. São velhos, sucateados. Não fui na primeira classe pois preferi ver como andavam os tailandeses. Fui na 3ª classe. Na estação conheci dois franceses e dentro do trem fui até algumas estações conversando com um rapaz e duas senhoras, todos filipinos.
Passagem da estação Hua Lum Pong para Aranyaprathet. Preço 48 Baths (algo em torno de R$ 14,00). A viagem dura seis hora, mas esta durou sete. 

2453 ano da construção da estação de trem de Hua Lum Pong


video
Banho na imagem do Buda na estação de trens de Hua Lum Pong.
Durante a viagem prevista para seis horas e de fato demorou sete, os guadas que estavam no trem, vestidos de preto, foram extremamente cordiais. Não falavam inglês, mas através de gestos me perguntavam se eu estava bem acomodado, pediam cordialmente a bagagem para colocar nos bagageiros dos vagões e sempre que passavam por mim me cumprimentavam.
Vi centenas de casas com esta tipologia. Palafitas em locais do interior da Tailândia, como esta da foto e diversas outras no Cambodja. Saindo de Bangkok a pobreza impera, como também é possível ver no Brasil e acredito que na maioria dos países do mundo. Esta palafita só me indica que grande parte do território da Tailândia, devido ao clima de monções deve alagar bastante, o que se explica pela altura do primeiro piso das casas. Rede elétrica precária e água encanada, acredito que é inexistente, como se pode ver a quantidade de tonéis improvisados para o armazenamento (muito comum no trecho que viajei).
Monges caminhando
É muito difícil ver uma cidade ou povoado no interior da Tailândia sem vermos um templo budista. Acredito que muitas das cidades e povoados surgiram e se desenvolveram nas proximidades dos templos. Esta estação de trem é simplesmente linda, com semitério budista e templo, praças verdes, no entanto com muitas e muitas casas bastante humildes.

Os trens possuem os acessos entre os vagões abertos e estas conexões são usadas para fumar, apesar de ter em cima da porta o aviso de multa por fumar no interior dos trens.
Esta é uma vista comum entre a Tailândia e o Cambdja, casas e feiras de improviso.
Enfim depois de sete horas a tão esperada chegada em ARANYAPRATHET.
Estação de ARANYAPRATHET e imagem do trem que viajei.
Estação de ARANYAPRATHET
Estava coberto de fuligem e suado, pois no caminho haviam muitas áreas com queimadas para o replantio do arroz e apesar das chuvas o calor estava terrível. Cheguei quase morto.
Saída da estação de ARANYAPRATHET até o hotel/ motel que passei a noite. Meu primeiro passeio de tuk tuk.


sexta-feira, 17 de maio de 2013

3º dia da Viagem ao Sudeste Asiático e França - Bangkok - Chatuchak week end merkat 13 de abril de 2013

Chatuchak Mercado Localização: Kamphaeng Phet 2 Road, Bangkok, Tailândia. Data de abertura: 1982.
 Uma das ruas do Chatuchak

 Arroz, manga e leite condensado

Quando cheguei em Bangkok estava acontecendo o Songkran ou Festival da água. Este festival é a ocasião para as reuniões de família, visitas a templos e limpeza das casas. Muitos tailandeses passam este feriado com a família e amigos. Tradicionalmente, no primeiro dia de Songkran, é oficialmente o Dia Nacional do Idoso. Durante o ritual, os jovens derramam água perfumada nas palmas das mãos dos religiosos, como um gesto de humildade e pedem suas bênçãos.
Praticamente todas as dos bairros em Bangkok as pessoas ficam em frente a suas casas e jogam água em todo mundo que passa. No Chatuchak não foi diferente e também tomei banho. Lembrei do carnaval de bairro do Recife. 

O segundo dia de Songkran é oficialmente o Dia Nacional da Família. Famílias acordam cedo e dão comida e presentes aos monges. Um ritual religioso importante no Songkran é "Banhar a imagem de Buda", no qual os budistas devotos derramam água perfumada sobre estátuas de Buda, tanto nos templos como em casa.
video
 Esta imagem foi do dia anterior na visita da Goldem Moutain
 Mulheres de burca fazendo compras no week end merkat
 Clok Tower
 Clok Tower
 Em frente a Clok Tower
 Clok Tower
 O bar mais movimentado do mercado
 Uma parada pra cerveja
Decoração do bar muito interessante com bastante caixas de madeira
 Estação do skytraim Chatuchak Park
 Estação do skytraim Chatuchak Park
 Após a visita ao mercado um passeio pelo Chatuchak Park
 lago no Chatuchak Park
 Chatuchak Park
Jardim do Chatuchak Park

quinta-feira, 16 de maio de 2013

2º dia da viagem ao Sudeste Asiático e França - Tailândia - Bangkok Chegada ao Grande Palácio Real 12 de abril de 2013

No segundo dia da viagem logo pela manhã contratei um taxi para rodar comigo por dois dias e visitar as principais atrações da cidade.
Estátuas de três elefantes nas proximidades do Grande Palácio Real
Vista de longe do Grande Palácio Real
Grande Palácio Real visto por fora








 
O GRANDE PALÁCIO REAL DE BANGKOK
O Grande Palácio Real de Bangkok é na realidade uma cidade murada, na ilha de Ratankosin, cobrindo uma área gigantesca. Além da capela onde se reverencia o Buda de Esmeralda, os principais monumentos de interesse do palácio são as duas salas de audiência.
O Grande Palácio Real  ainda é utilizado no presente em ocasiões solenes, coroação e eventualmente em funerais da Família Real.
 
 


 Entrada para o Palácio

 Local onde fica a imagem de Buda mais sagrada da Tailândia dentro é proibido fotografar

 Este local serve de túmulo dos reis da Tailândia


 
A construção do palácio começou em 1782, a pedido do rei Rama I, permanecendo como casa real durante 150 anos. Atualmente, somente dois salões do trono estão abertos ao público durante os dias úteis, mas os atos oficiais da monarquia e coroações dos reis ainda são realizados no palácio.



 É gigante esta estrutura
 
O Palácio Chakri é um edifício construído por arquitetos britânicos, no estilo da renascensa italiana, porém com uma varanda em genuíno estilo tailandês, cobrindo na sua maior parte, o Salão Real do Trono. A entrada está guardada por dois imponentes guerreiros... dois de vários que podem ser vistos nas várias entradas do Palácio.










Maquete do Templo de Angkor Wat em Sien Reap no Cambodja




 
video
Topo do Golden Mount
 Ainda no segundo dia em Bangkok tive a surpresa de ser levado para conhecer o Golden Mount. Nunca tinha lido sobre ela e acredito que poucas pessoas conhecem. Vale realmente a pena ir até lá e não fica muito longe das atrações como o Wat Arun ou o Grand Palace de Bangkok. Pude ver lá uma serimônio em comemoração ao Water Parry com pessoas banhando uma imagem de Buda (filmagem abaixo) e uma imagem de Buda com aproximadamente três mil anos. Além de uma magnífica visão do alto da cidade de Bangkok.








video

Maquete do Golden Mount
Subida nas escadarias do Golden Mount


 Imagem ao lada da escadaria para o Golden Mount